segunda-feira

Se ache, garota!

texto comportamente autoestima autoconfiança

Em um momento que tudo parecia estar perdido, um sorriso fez toda a diferença! Um dia conturbado, uma semana sem descaso e um mês de atividades escolares que pareciam que iria desabar em cima de mim e me matar por completo, numa escuridão de papeis escrito algo que jamais seria colocado em pratica por minha pessoa.

Única hora que sentia paz era o momento que deitava na cama e mesmo assim, relembrando de tudo que fazia meu coração se sentir mal por dentro e saber que estava tudo bem por fora - talvez tentando enganar-me, mas conheço bem quem sou. E isso não era o que realmente sou. Minha auto-estima estava no chão, e tudo que eu queria era poder me olhar no espelho e dizer quem eu sou, uma linda garota, de olhos castanho escuro e um belo sorriso.

E mesmo querendo compartilhar toda essa felicidade para todos, para que tivessem um bom dia ao meu lado, seguindo o mesmo ritmo que eu, a única coisa que sabiam fazer era me colocar para baixo. Sem ao menos disfarçar e parabenizar pela conquista de ser feliz e tirar esse peso da consciência, dizendo que, não sou capaz de me amar, de sorrir pelo meu sorriso e de confiar na pessoa que meus olhos enxergavam e dizia: "Eu acredito em você".

Querendo acreditar nisso, caio num poço sem fim, frio e escuro, onde pessoas que me jogou foi aquelas que simplesmente diziam "Pare de se achar", "Você não é tudo isso", "Chega, já está demais" e tudo que eu fazia, era simplesmente ser quem sou. Falar de mim, compartilhar minha alegria, espantar a tristeza em simplesmente dizer: "Eu estou incrível".

Sem saber que a minha felicidade, a alegria que transbordava em mim e o brilho no olhar, incomodava muita gente! Tais pessoas que queriam me ver bem, mas não melhor que elas. Se ache, garota, você é especial, é linda e tem um lindo sorriso.

Escrito por Deivy, a convite da Regiane Ferreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário