28/06/2017

Qual o valor da sua marca

Olá pessoas, tudo bom com vocês? Espero que sim!

Recente escrevi um post de bolsa caras e claro de marca e por motivo idiota que não me lembro de agora acabei apagando aqui do blog, mas irei refazer, pois esse post foi ideia de uma leitora que havia comentado sobre o que levava as marcas serão tão caras e fez todo o sentido.

O que leva um produto simples de ser falsificado ser tão caro? Muitas das vezes deixamos de compra uma maquiagem ou uma roupa pelo valor absurdo em que encontramos. 
Porém todo nome seja ele famoso ou não tem seu valor e faz todo sentido, pois além de terem a ideia, tem que gastar com matéria prima pra criar e com marketing para divulgação.

O que é uma Marca?

É o nome fantasia da empresa usada para comunicar um produto ou serviço, sendo a forma de marketing para divulgação.

Qual o valor da marca?

A Marca é um contrato onde se protege o consumidor da falsificação e pirataria.

Facilitando o reconhecimento com ofertas e sendo fiel ao seu consumidor; exemplo, eletrodomésticos, bebidas e móveis. Valorizando quem está sempre adquirindo o produto ou serviço, transmitindo uma identidade a pessoa, ou seja, status social.

A marca tem valor comercial. A marca é um ativo negociável, quer pela venda da marca, quer pelo aluguer ou licenciamento da marca. A marca forte permite preços mais altos (price Premium ou acréscimo de preço suportado pela marca). Entre um Citizen e um Cartier, a diferença de preço, para igual qualidade técnica, pode ser de várias centenas de euros. A marca tem valor institucional ou “corporate”. A marca pode desenvolver um poderoso sentimento de pertença entre os colaboradores de uma empresa. Uma marca forte tem uma influência forte na comunicação financeira. Isso explica, entre outras coisas, que alguns grupos mudem de nome para serem cotados na bolsa sob o nome da sua marca mais conhecida. 

O que sua marca precisa para ter valor no mercado?

As marcas podem variar seu valor no mercado e seu reconhecimento a partir da escala a baixo:

Não ser reconhecida pelo consumidor
Consciencialização de conceito
Aceitabilidade
Preferência
Fidelidade
Toda marca deve ter seu registro em cartório, pois é o patrimônio da empresa que estará sempre associada à empresa quando usado o serviço ou produto.
Grau de reconhecimento
Qualidade percebida
Associação emocional e mental
Lealdade à marca
Outras propriedades, patentes, relações comerciais e canais.

Porém quando a empresa já é conhecida e possui alto patrimônio, a facilidade de ser competitiva é maior.

Custo de marketing, devido a fidelidade do consumidor

Negociação com distribuidores e retalhista

Valor mais reconhecido pela qualidade

Lançamentos extensivos por ter mais credibilidade

Defesa contra concorrência dos preços reconhecida pelo consumidor

Toda e qualquer marca deve ser bem administra para crescer e ser reconhecida, levando em conta os consumidores, a qualidade e a negociações com os distribuidores. E quando mais conhecida é, quanto mais qualidade ter e patrimônio certificado será maior seu preço. Ah e antes que me esqueça de se for exclusivo e lançamentos extensivos as pessoas certas, tem mais credibilidade a marca.

(Fonte: Wikipédia)

Temos muitos exemplos no mundo do blogger, algumas delas (les) é a Bruna Tavares, Niina Secrets, Gusta Stockler, Kéfera, entre outros, cada um deles usam o nome do canal ou blog como marca da própria empresa e assim lançam seu produto.

Deu um trabalhão escrever esse post, mas valeu a pena resumir um pouco do que intendi do wikipédia, ressaltando que foi tirado de lá toda a explicação e sim algumas copiei pois não achei necessário resumir. Espero que tenha gostado, deixa seu comentário á baixo dizendo a qual marca você não troca por nada. Beijos, Reh!

Nenhum comentário:

Postar um comentário